segunda-feira, 4 de outubro de 2010

MARINA MORENA E O VERDE E O VERMELHO QUE NOS FASCINAM



"(...) uma preocupação ronda os meus pensamentos. E preocupado, eu canto: Marina , morena, bonita... Teu verde é belo Marina; eu creio na sustentabilidade, na conexão economia-ecologia, nas novas práticas políticas...

Não deixei de vibrar com o seu sucesso, merecido e louvável. O povo das florestas cantou em festa...

Só uma preocupação me perturba o sono: Alias, menina, com quem pode e sonho com o verde que te fascina...

Não pinta este rosto que é das matas e não se seduza pelas sereias que cantam no neoliberalismo tucano que almeja o entreguismo, a devastação, o poluído da política que você conheceu e combateu, como valente guerreira.

Sem culpas ou ressentimentos: a hora é de união,na utopia de uma plataforma de idéias e ideais, que comporá o verde-vermelho e vermelho verde, num convite a um projeto de vida onde caibam todas as cores.

Na rua, um homem dorme semi-nú esperando um prato de pão...

Na esquina, uma criança, chora , paranóica, sob efeito dos delírios infernais do crack...

Um velho debaixo da ponte, uma mulher limpando os hematomas das agressões sofridas...

Uma árvore caindo sob a inclemência de um machado assasssino...

São tantas dores... Unamo-nos e construamos juntos um novo Brasil."


Trecho do texto de Jorge Bichuetti:  Diário de bordo: esquidiário.  

Um comentário:

  1. Assino embaixo.
    E torço pra que haja a união.
    Parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir